Sonorgás leva Gás Natural a Baião

20 de março de 2019

Um investimento privado de cerca de três milhões de euros vai permitir aos munícipes da sede do concelho de Baião terem acesso a gás natural a preços praticados no território nacional, permitindo maior coesão territorial.

A Sonorgás, empresa do grupo Dourogás, inaugurou, em Baião, a Unidade Autónoma de Gaseificação, uma estrutura que se gere sem recurso a funcionários e que abastece, atualmente, cerca de 200 clientes na sede do concelho de Baião, embora a empresa preveja ultrapassar os 1000 clientes a curto prazo.

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Fernandes, esteve presente na inauguração e considerou que o investimento “contribui para o conforto de quem vive em Baião, para as empresas e para quem quer viver para Baião”.

O governante, que esteve acompanhado pelos responsáveis da empresa e pelo secretário de Estado da Energia, João Galamba, realçou que os territórios de baixa densidade “até podem viver com menos gente, mas não vivem dando menos qualidade de vida às pessoas, não vivem com menos atividade económica e não vivem com menos rendimento”. “Temos aqui uma rede de 30 quilómetros capaz de abastecer todos os clientes da sede do concelho”, afirmou.

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, realçou que “este investimento privado no concelho tem impacto na qualidade de vida das pessoas. O gás natural é ambientalmente mais sustentável, porque é menos poluidor e eficiente, ainda por cima sendo o concelho de Baião o que apresenta a maior mancha verde percentual de todo o distrito do Porto. Só podemos estar satisfeitos”.

Fonte: Câmara Municipal de Baião - Tâmega Sousa